Já viajámos no tempo… (estamos no Futuro!)

Até hoje fui sempre futuro“, lê-se nas paredes do metro.

Hoje a frase de Almada Negreiros, fez-me mais sentido, ainda.

Hoje chegámos ao futuro longínquo de Marty McFly, e por isso hoje é “Dia de Regresso ao Futuro”: “We’re descending toward Hill Valley, California, at 4:29 pm, on Wednesday, October 21st, 2015.”

21 de outubro de 2015, foi a data escolhida por Doc Brown, Marty e seus amigos para espreitarem o futuro e ver que cordelinhos tinham de puxar no presente para que as coisas se alinhassem 26 anos depois.

Eu adorava o “Regresso ao Futuro”, esperava, ansiosamente,  por cada filme e vi-os vezes sem conta, pregada em frente à televisão. Adorava aquela amizade improvável entre o Marty e Doc Brown, aquela personagem lunática e trapalhona, que nunca virava as costas a um desafio e que tão depressa me fazia rir, como tinha uma tirada filósofica.

Hoje estamos no futuro do regresso ao futuro II, um futuro que me parecia tão longínquo quando vi o filme.

Um futuro que os autores do filme pintaram como promissor e auspicioso, dando-nos uma perspectiva optimista, divertida e demasiado futurista deste ano de 2015:

  1. A verdade é que, 26 anos depois, ainda espero pelo meu carro-voador, pelo meu skate supersónico ( sendo que ambos me fazem muita falta). E mais, embora a Lexus esteja a preparar-se para lançar os skates voadores, serão tão caros que, de certeza, não se vão ver tantos como no filme.

2. Não temos ténis nem roupas com poderes, o que também me chateia. Queria aquele casaquinho do Marty que se secava sozinho, dava um jeitaço em caso de molha (logo a mim que nunca ando com chapéu de chuva) e que se auto ajustava consoante as necessidades e os ténis que se apertavam sozinhos.

3. Continuamos sem robots passear os nossos amigos de quatro patas (mas não me queixo disso, sabe bem essa voltinha.

4. Ao contrário do Doc de 2015, nós não temos caixotes do lixo que venham ter connosco quando precisamos de deitar fora alguma coisa.

5. Felizmente não nos vestimos assim:

6. Os óculos de realidade virtual, sim temos os da Google, mas os do Marty davam para fazer chamadas e ver dois programas de TV ao mesmo tempo (portanto não é mesma coisa: Google continuem a trabalhar nisso)

7.Claramente o filme esqueceu-se de mencionar os pauzinhos das selfies, esse objecto revolucionário que mudou muitas vidas.

Mas nem tudo foram fiascos, nas previsões de Regresso ao Futuro II.

  1. Vemos, no filme, a família de Marty  constantemente de volta dos seus mil gadgets. E isto acontece em muitas casas: nós de um lado para o outro com smartphones, tablets, e-readers, sempre em contacto virtual com tudo e com todos.

2. Os smart watches são uma realidade.

3. Embora Hollywood ainda não tenha avançado pela transmissão do filmes em holograma, nota-se uma certa obsessão pelas 3D.

4. Ainda que não haja, pelo que menos que eu conheça, restaurantes para fazer exercício enquanto se come, é verdade que tal como previa o filme, estamos mais conscientes de que o exercício físico é fundamental para a nossa saúde.

5. As video-chamadas, conference calls e o snapchat já são uma realidade constante nas nossas vidas.

Mas, para mim, o mais incrível deste dia em que chegámos ao futuro, é o facto de já terem passado mais de 25 anos desde a data em que, sentada no sofá, mas sem os pés a chegarem ao chão, me apetecia entrar televisão adentro para ir ao futuro com o Marty e o Doc.

25 anos? Não concebo que tenha passado tanto tempo… “até hoje fui sempre futuro”

P.

Imagens daqui, daqui, daqui, daqui,daquidaqui, daqui, daqui, daqui, daqui, daqui, daqui e daqui

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s