5 Dicas para vender com segurança no OLX (e afins)

Já há alguns anos que vendo algumas coisas, que vão deixando de me ser úteis, online, nomeadamente, através do OLX (embora tenha tentado vender em outros sites, como o Custo Justo, foi sempre no OLX que concretizei as transacções sendo, para mim a plataforma mais eficiente).

Assim, e porque nunca tive qualquer problema nestas vendas, deixo aqui algumas dicas sobre os cuidados que tenho na efectivação das transacções e que julgo contribuíram para o sucesso das mesmas (admito que aliadas a uma pitada de sorte):

  1. Ser honesto quanto ao produto que colocamos à venda. Tirar fotografias ao mesmo, de vários ângulos (excepto naturalmente quando se trata de bilhetes e afins). E descrever com exactidão o estado do produto. Como em tudo na vida, também nas vendas online, a honestidade evita-nos bastantes problemas;
  2. Combinar a transacção num local público, bastante frequentado e nunca ir sozinho (se se tratar de uma coisa demasiado grande para transportar, como um frigorífico, um fogão, etc., combinar um primeiro ponto de encontro num local neutro, assim sempre conseguimos avaliar o comprador, dentro do possível claro está, mas segundo a regra que “se algo nos cheirar mal, é preferível não arriscar”);
  3. Fazer os possíveis para, caso se trate de um produto electrónico, ser possível ao comprador ligá-lo e experimentá-lo e, sobretudo, ter o equipamento preparado para isso (devidamente carregado, com bateria). Embora espantosamente, já me aconteceu, várias vezes, as pessoas não pedirem sequer para experimentar;
  4. Pesquisar nessa grande ferramenta dos nossos dias que é o Google, o nome da pessoa que nos contactou; numero de telemóvel ou e-mail pelo qual nos contactou (pode parecer básico, mas não imaginam a quantidade de pessoas que descobrem assim que se iam meter numa grande alhada);
  5. Se tivermos que enviar através dos CTT (o que eu desaconselho, porque traz ainda mais riscos à transacção) é importante das duas uma:
    1. apenas enviar após o pagamento (o que dificilmente será aceite, compreensivelmente, pelo comprador);
    2. enviar à cobrança.

Claro que existe sempre um risco associado a estas transacções e a minha ideia, ao utilizar estas regras é, apenas, reduzir ao mínimo esse risco, e até agora, tenho conseguido. Espero, por isso, que sejam úteis para vocês.

P.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s